O analfabetismo em evidência no Brasil

O analfabetismo é considerado a condição de quem não tem pleno domínio do alfabeto e das habilidades de leitura e escrita. Nesse sentido, indivíduos que são analfabetos acabam tendo dificuldades de comunicação e perdem parte de sua autonomia em relação ao mundo, o que gera um quadro delicado e preocupante em diversas esferas da sociedade.

ANALFABETISMO NO BRASIL

Embora cada vez mais suprimido, o analfabetismo ainda afeta 11 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados do Ministério da Educação, tendo sua taxa reduzida de 6,8% em 2018 para 6,6% em 2019. Desse modo, é válido questionarmos em uma possível redação: quais são os obstáculos desse quadro? O que perpetua a existência dessa condição em nosso país?

Ao olharmos para os dados apresentados pela Pnad, podemos perceber que um dos principais potencializadores desse quadro é a desigualdade, seja ela etária, racial ou social. Sob essa perspectiva, a maior parte das pessoas analfabetas têm mais que 60 anos e 27% deste grupo se identifica como preto ou pardo. Além disso, a região Nordeste, que concentra a maior parte das pessoas em extrema pobreza, também é a região que concentra mais pessoas analfabetas. Assim, pode-se perceber que o analfabetismo não é um problema isolado e solto no mundo. Ele é causado e mantido por um contexto social, político e econômico, sendo necessário que essa estrutura se modifique para de fato erradicar esse obstáculo.

PRINCIPAIS FATORES DO ANALFABETISMO

Já sabemos que o plano de fundo do analfabetismo é a desigualdade, no entanto, ela é evidenciada e intensificada a partir dos seguintes quadros:

  • Evasão escolar: causada não só pela desmotivação, mas também pela necessidade de ter que trabalhar ou assumir uma responsabilidade doméstica.
  • Preconceito: muitas pessoas que tentam retomar a alfabetização já mais velhos enfrentam não só a dificuldade do aprendizado, mas também o preconceito de terceiros, o que gera um constrangimento e uma desmotivação.
  • Falta de infraestrutura: o funcionamento de escolas de maneira precária, ou até mesmo a ausência de uma escola, são fatores que contribuem para o agravamento do quadro.

DICA DO PROFESSOR

Para te ajudar a construir um texto com o possível tema analfabetismo em evidência no brasil, convidamos o professor Tony Gomes, para dar algumas dicas. Segundo ele:

“O analfabetismo no Brasil é histórico, cultural e vergonhoso. Levando em consideração que de acordo com o IBGE, 70% da população brasileira é analfabeta funcional, ou seja, tem diploma mas tem dificuldade para decodificar aquilo que lê, e que o índice de educação no Brasil tem um dos piores resultados, mesmo com o nosso PIB e renda per capita, demonstra-se que o analfabetismo ainda é um fator de risco para a nossa sociedade. Como uma pessoa consegue ter acesso a transportes públicos, medicamentos e a informações sem a capacidade de leitura desenvolvida?”

No que se refere a repertório sociocultural, o professor deu a seguinte dica:

“Filmes como “Central do Brasil” e “O Aluno” demonstram essa dificuldade”

Por | Blog Enem

Outros conteúdos

CSJE promove homenagem de aniversário para irmã Marcela

Em comemoração do aniversário de 80 anos da Irmã Marcela, uma celebração eucarística foi realizada na manhã desta segunda-feira (30) de maio, nas dependências...

CSJE realiza Simulado do ENEM com Sistema Farias Brito / Evolucional

Durante o domingo (15), os alunos do Colégio São João Evangelista (CSJE), do Ensino Médio (1º ao 3º ano) participaram do Simulado ENEM Sistema...

CSJE realiza evento em homenagem às mães

O Colégio São João Evangelista (CSJE), realizou uma apresentação especial para comemorar o Dia das Mães 2022. Na quadra da instituição foi montada um espaço...

Comemoração ao Dia do Coordenador Pedagógico

Neste dia 22 de agosto comemoramos o Dia do Coordenador Pedagógico. É salutar agradecer aos coordenadores Maricea Deocleciano, Ezaquias Gonçalves e Graziela...